Militantes decapitam 6 policiais no norte afegão

Insurgentes decapitaram seis policiais após atacarem um posto de checagem no norte do Afeganistão, informou a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). A coalizão militar informou que ontem os militantes atacaram vários prédios do governo no distrito de Dahanah-ye Ghori, na província de Baghlan. Os homens tomaram o posto e decapitaram os seis agentes. Hoje, um soldado da Otan foi morto por uma explosão no sul do país. Dessa forma, sobre para 65 o número de soldados da coalizão militar mortos somente em julho.

AE-AP, Agência Estado

21 de julho de 2010 | 12h29

A violência e o número de vítimas tem aumentado no Afeganistão nos últimos meses. Junho foi o mês mais mortífero para os Estados Unidos e as forças internacionais, com as mortes de 130 militares, dentre eles 60 norte-americanos. O ministério da Defesa da Austrália informou que a principal base da Otan, nas proximidades de Kandahar, foi alvo de um ataque de foguetes do Taleban na noite de segunda-feira. Foram registrados pequenos danos às instalações, mas ninguém foi atingido.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoviolênciamilitantesOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.