Militantes expulsam líderes palestinos de cidade em Gaza

Horas após a retiorada de tropas israelenses da cidade palestina de Beit Hanoun, na Cidade de Gaza, homens armados e mascarados invadiram uma entrevista coletiva que era concedida por três ministros da Autoridade Nacional Palestina (ANP) e os forçaram a fugir da cidade. Este é o mais recente ato de rebelião armada contra a ANP, acusada de ser inútil contra Israel e corrupta na administração interna.Os seis homens, mascarados e identificados com faixas das Brigadas dos Mártires de Al Aqsa, tomaram o palanque do prédio da prefeitura e mandaram os ministros saírem da cidade. ?Onde estavam vocês nos últimos 37 dias, enquanto estávamos sob invasão??, perguntou um dos agressores, referindo-se à ocupação de Beit Hanoun por tropas de Israel.O exército israelense entrou na cidade para limpar áreas usadas por palestinos para disparar mísseis contra cidades e cassentamentos israelenses. O prefeito de Beit Hanoun, Ibrahim Hamad, disse que Israel destruiu milhares de laranjeiras e limoeiros, demoliu 21 casas e 13 poços de água. ?Beit Hanoun costumava ser um jardim. Agora é um deserto?, queixou-se Hamad.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.