Militantes fazem festa na madrugada no centro de Lisboa

Apesar da apatia da opinião pública de Portugal, responsável por uma abstenção recorde na Europa durante a votação legislativa de ontem, os militantes do Partido Social-Democrata (PSD) comemoraram no Largo Marquês do Pombal a vitória do liberal Passos Coelho sobre o socialista José Sócrates. "Não nos esqueceremos de nosso primeiro compromisso: construir um país mais justo e mais próspero e ajudar aqueles que mais precisam em Portugal", afirmou Passos Coelho. O candidato vitorioso garantiu também que o país não será "uma carga" para os credores e prometeu fazer tudo para honrar os compromissos do Estado. "Faremos o que for preciso para garantir a todos que nos observam do exterior que Portugal não será uma carga para os países que nos emprestaram o que precisávamos para cumprir nossas responsabilidades e nossos compromissos", declarou. "Faremos todo o possível para cumprir o acordo estabelecido com a UE e o FMI para recuperar a confiança dos mercados. Nós vamos saber governar Portugal."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.