Militantes islâmicos atacam base militar no Paquistão

Cerca de 300 militantes iniciaram o ataque, que terminou com a morte de até 50 insurgentes

AP,

13 de janeiro de 2008 | 05h12

Militantes islâmicos tentaram atacar uma base militar paquistanesa em Lhada, próxima à fronteira com o Afeganistão. O ataque deu início a uma batalha que terminou com a morte de até 50 insurgentes, informou o Exército do Paquistão neste domingo, 13, em nota.  Cerca de 300 militantes iniciaram o ataque nas últimas quarta e quinta-feira, mas foram repelidos pela artilharia e pequenas armas de fogo. "Fontes de inteligência informaram a morte de 40 a 50 militantes", diz o comunicado. No sábado, 12, forças de segurança prenderam 59 insurgentes que atacaram policiais com foguetes.

Tudo o que sabemos sobre:
ATAQUEPAQUISTÃO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.