Militantes islâmicos decapitam 13

Militantes islâmicos capturaram e decapitaram 13 pessoas, entre elas 6 agentes de segurança, em incidentes separados no noroeste do Paquistão, informaram ontem fontes do governo. Os assassinatos foram aparentemente em represália pelos ataques que o Exército vem lançando contra o um grupo pró-Taleban na Província da Fronteira Noroeste.Ontem, 4 mil pessoas receberam a ex-premiê Benazir Bhutto em seu vilarejo natal, no sul do Paquistão. Ela chegou em um veículo blindado e visitou o mausoléu de seu pai, o ex-premiê Zulfikar Ali Bhutto. Um atentado contra o comboio de Benazir, no dia 18, matou mais de 140 pessoas em Karachi.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.