Militantes islâmicos matam três policiais na Indonésia

Militantes islâmicos mataram três policiais indonésios hoje, numa aparente retaliação pela prisão e morte de membros de seu grupo. Pelo menos 12 homens atacaram uma delegacia de polícia em Hamparan Perak - perto e Medan, na ilha de Sumatra - e abriram fogo pouco depois da meia-noite, informou o porta-voz Iskandar Hasan.

AE, Agência Estado

22 de setembro de 2010 | 18h53

"Três policiais foram mortos, foi um ataque súbito e nossos oficiais não estavam prontos", disse, descrevendo os atiradores como "muito bem treinados". Os homens atiraram coquetéis molotov ao deixarem a delegacia, ateando fogo a um carro de patrulha. Uma testemunha disse que o ataque foi rápido e parece ter sido bem planejado.

Os atiradores chegaram em motocicletas e usavam sinais com a mão para coordenar seus ataques, afirmou o morador Lindung Ginting. "Eu vi os homens entrarem na delegacia de polícia e repentinamente ouvi vários disparos de armas de fogo que prosseguiram por cerca de cinco minutos", disse. "Eles pareciam muito calmos ao sair do local, eu os vi usando sinais com as mãos para dar ordens".

A polícia acredita que os homens sejam ligados a um grupo que foi alvo de uma série de ações no último domingo e que resultaram nas mortes de três pessoas e na prisão de outras 15. O grupo é suspeito de ter matado um policial durante um assalto a banco na cidade de Medan no mês passado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
mortepolíciaIndonésia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.