Militantes lançam ataque contra região fronteiriça do Paquistão

Pelo menos 250 insurgentes atravessaram a fronteira vindo do Afeganistão

SAHIBZADA BAHAUDDIN, REUTERS

16 de junho de 2011 | 08h53

PESHAWAR - Cerca de 250 militantes atravessaram a fronteira a partir do Afeganistão e realizaram um ataque contra um vilarejo paquistanês nesta quinta-feira, 16, disseram autoridades de segurança e moradores.

A ofensiva contra o vilarejo pró-governo aparentava ser parte da nova campanha do Taliban paquistanês de ataques em larga escala.

Uma autoridade da inteligência disse que seis civis foram mortos depois que militantes abriram fogo com rifles AK-47. Duas mulheres ficaram feridas, disse Shah Naseem, uma autoridade do governo.

"Eles vieram das montanhas, onde não temos nenhum posto de segurança", disse outra autoridade do governo, Faramoosh Khan. "Os moradores do vilarejo nos disseram que os militantes também usaram granadas lançadas por foguetes contra as casas."

Um porta-voz das forças paramilitares do Paquistão confirmou o ataque, mas não deu maiores detalhes.

O Taliban paquistanês vem aumentando os ataques contra o governo depois de alertar que vingaria a morte de Osama bin Laden por forças especiais norte-americanas no início de maio.

Segundo analistas, combatentes do Taliban paquistanês que fugiram para o Afeganistão após as ofensivas do Exército se uniram aos aliados no país vizinho para reagrupar e ameaçar novamente as regiões fronteiriças do Paquistão.

O ataque desta quinta-feira ocorreu na região de Bajaur, no lado oposto da fronteira em relação à província afegã de Kunar.

Tudo o que sabemos sobre:
PAQUISTAOATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.