Militantes lançarão novo ataque, diz militar iraquiano

O coronel Ali al-Qureishi, oficial do Exército encarregado de proteger a maior refinaria do Iraque, sitiada por militantes sunitas, disse temer que os insurgentes estejam se reagrupando para realizar outro ataque à instalação, no norte do país.

Agência Estado

20 de junho de 2014 | 11h13

Os confrontos pelo controle da refinaria de Beiji, que fica 250 quilômetros ao norte de Bagdá, teve início na terça-feira.

Al-Qureishi disse que a mais recente tentativa de tomada da instalação aconteceu na noite de quinta-feira. Nesta sexta-feira, ele disse à Associated Press que acredita que os militantes estejam se reagrupando para lançar um novo ataque. Não é possível verificar as afirmações do coronel.

A perda do controle da refinaria seria um símbolo devastador para o governo do primeiro-ministro Nouri al-Maliki, que parece impotente em face da ofensiva dos militantes sunitas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), que já tomaram boa parte do norte do Iraque desde a semana passada. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraquerefinariaofensiva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.