Militantes no Paquistão nomeiam sucessor de líder

O conselho do Taleban paquistanês, composto por 42 membros, escolheu ontem o militante Hakimullah Mehsud como sucessor de Baitullah Mehsud, líder morto em um ataque aéreo americano no início do mês. Hakimullah era um grande aliado de Baitullah, cuja morte foi admitida na semana passada por um porta-voz do grupo. Ontem, uma entidade internacional que monitorou as eleições presidenciais do Afeganistão, na quinta-feira, divulgou que militantes cortaram os dedos de pelo menos dois homens em Kandahar, no sul do país, em represália ao fato de eles terem votado. Antes da votação, o Taleban havia advertido que tomaria a medida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.