Militantes paquistaneses aceitam acordo de cessar-fogo

Um dia antes, forças de segurança atacaram esconderijos e mataram dez insurgentes

Agência Estado e Associated Press,

29 de outubro de 2007 | 06h20

Militantes taleban do noroeste do Paquistão concordaram com um cessar-fogo na manhã desta segunda-feira, 29. Um dia antes as forças de segurança, apoiadas por helicópteros, atacaram seus esconderijos, matando pelo menos dez supostos insurgentes, disseram oficiais. Moradores disseram não ter ouvido tiros na manhã desta segunda-feira em Swat, um vale montanhoso onde o governo vem combatendo integrantes de um grupo ligado a um clérigo pró-Taleban. "É bom que os militantes tenham aceitado um cessar-fogo e nós saudamos isso", disse Arshad Majid, coordenador do distrito de Swat.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãocessar-fogo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.