Militantes paquistaneses decapitam 'falso' taleban

Militantes paquistaneses decapitaram três "criminosos comuns" que supostamente estavam fingindo ser integrantes do Taleban enquanto roubavam e faziam sequestros. O trio foi capturado dois dias atrás e seus corpos foram deixados nos campos de Yaka Ghaound, em Mohmand, um dos sete distritos do cinturão tribal paquistanês na fronteira com o Afeganistão, informou o administrador local Mairaj Khan.

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 16h00

Moradores disseram que um bilhete foi encontrado perto dos corpos identificando os homens como "difamadores" do Taleban. "Eles estavam envolvidos em vários crimes, dentre eles roubo e sequestro, passando-se por membros do Taleban. Nós os matamos para que outros aprendam a lição", diz o bilhete.

Um homem que se identificou como um porta-voz local do Taleban disse que o trio fingia ser do grupo. "Eles estavam difamando nossa organização", disse Sajjad Mohmand. O Taleban paquistanês tem sido responsabilizado por muitos dos ataques a bomba contra alvos ocidentais, das forças de segurança paquistanesas e civis em todo o país nos últimos três anos. A milícia islâmica luta contra o Exército paquistanês no cinturão tribal e em outras partes do noroeste do país. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoTalebanpena

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.