Militantes pró-Taleban bloqueiam Rota da Seda

Autoridades do Paquistão tentam desbloquar a Rota da Seda, depois que militantes pró-Taleban tomaram na sexta-feira a parte paquistanesa da famosa estrada, utilizando rochedos e colocando minas terrestres. Chamado de Karakoram Highway, este trecho montanhoso da Rota da Seda foi também ocupado por centenas de moradores de tribos. "Os chefes de tribos ajudaram a fechar a estrada para expressar solidariedade ao Taleban e engrossar as manifestações contra os governos que apóiam os Estados Unidos", disse Riaz Durrani, porta-voz do Jamiat Ulema-e-Islam, influente partido religioso do Paquistão. Os 1,2 mil quilômetros da Karakoram Highway, construída ao longo da ancestral Rota da Seda, que ligava a Ásia ao Oriente, serve de conexão hoje entre o Paquistão e a região de Kashgar, na China. A estrada continua sendo a principal rota comercial entre Paquistão e China, embora os chineses tenham fechado parte dela após os atentados do dia 11 de setembro em Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.