Militantes tomam duas cidades no norte do Iraque

Os novos avanços dos militantes extremistas sunitas têm forçado milhares de moradores a fugirem das cidades religiosamente mistas de Zumar e Sinjar

AE, Estadão Conteúdo

03 de agosto de 2014 | 14h19

Militantes do grupo extremista Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) tomaram duas pequenas cidades no norte do Iraque depois de expulsar as forças de segurança curdas, ampliando ainda mais os territórios sob seu controle.

Os novos avanços dos militantes extremistas sunitas têm forçado milhares de moradores a fugirem das cidades religiosamente mistas de Zumar e Sinjar, em direção à região curda autônoma, mais ao norte, disse a Organização das Nações Unidas (ONU).

A missão da ONU no Iraque, conhecida como UNAMI, disse que cerca de 200 mil civis, principalmente yazidis, fugiram para uma montanha nas proximidades, mas foram cercados por militantes e ameaçados de morte.

O Iraque está enfrentando sua pior crise desde a retirada das tropas norte-americanas em 2011. O Estado Islâmico do Iraque e do Levante, um grupo separatista da Al-Qaeda, tomou grandes áreas no oeste do país e ao norte em uma ofensiva relâmpago no início deste ano. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.