Militar acusada de abuso no Iraque vai a tribunal

Começa nesta terça-feira o julgamento militar de um dos soldados americanos acusados de maltratar prisioneiros em Abu Ghraib, no Iraque. Na audiência desta terça-feira, no Estado americano da Carolina do Norte, a soldado Lynndie England, de 21 anos, estará no banco dos réus.Ela aparece em várias fotos em que prisioneiros são humilhados. Em uma delas, está rindo e segurando uma coleira presa ao pescoço de um prisioneiro. Em outras imagens, ela aponta para a genitália de um prisioneiro e aparece fazendo um gesto de aprovação diante de uma pirâmide de presos nus.A defesa de England diz que ela apenas cumpria ordens e que está sendo usada como bode expiatório para as falhas da política americana no Iraque. England vai responder a várias acusações, entre elas agressões a prisioneiros, atos indecentes e produção e posse de fotos sexualmente explícitas.DesculpasO escândalo provocado pelos maus-tratos contra prisioneiros de Abu Ghraib teve enorme repercussão em todo o mundo e levou à suspensão da comandante da brigada da polícia do Exército que administrava a prisão. Diante das reações iradas dos países árabes, o presidente americano, George W. Bush, foi obrigado a se desculpar. Bush disse que os maus-tratos foram provocados por um pequeno grupo de pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.