Militar assume governo em Pando

O presidente da Bolívia, Evo Morales, designou ontem o almirante Rafael Bandeira como novo governador regional interino do Departamento de Pando. Bandeira, que era o encarregado da Defesa Civil no Departamento de Beni, substituirá o oposicionista Leopoldo Fernández, preso em La Paz, acusado de ser mandante de um massacre de trabalhadores rurais. Fernández também responde por ter por ter violado o estado de sítio da região. Evo justificou a decisão de nomear Bandeira dizendo que o militar trabalhou nas inundações que afetaram a Amazônia boliviana entre 2006 e 2007 e elogiou, "sobretudo", sua honestidade. O presidente boliviano retomou ainda o diálogo com os governadores rebeldes Rubén Costas (Santa Cruz), Savina Cuéllar (Chuquisaca), Mario Cossío (Tarija) e Ernesto Suárez (Beni) para chegar a um acordo. Evo confia que a presença de representantes da ONU, da OEA e da União Européia acabará com a crise.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.