Militar é condenado por fingir a própria morte

Michael P. Ward, um comandante da Marinha americana, foi condenado por uma corte militar após ter forjado a própria morte. Ward usou uma rede de subordinados para fingir que havia morrido. O motivo seria um relacionamento com uma amante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.