Militares africanos marcham em Paris no Dia da Bastilha

Os soldados de 13 países africanos marcharam hoje na Avenida Champs-Elysées, em Paris, durante participação do tradicional desfile militar anual do Dia da Bastilha, feriado que marca a tomada da Bastilha e lembra a Revolução Francesa. A França convidou suas ex-colônias na África para celebrar cinco décadas de independência participando do desfile. O presidente francês, Nicolas Sarkozy, rechaçou as críticas segundo as quais o convite era uma forma de nostalgia da época colonial francesa. A comemoração ocorreu em meio à intensa chuva na capital francesa.

AE-AP, Agência Estado

14 de julho de 2010 | 12h04

No desfile de hoje, Sarkozy saudou a multidão de um veículo militar aberto. Formações de aviões sobrevoaram a capital, desenhando colunas de fumaça vermelhas, brancas e azuis, as cores da bandeira francesa. Outro tradicional evento desse dia, a festa no jardim do palácio presidencial, foi cancelado este ano. A intenção nesse caso era cortar gastos na França por causa da crise financeira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.