Militares buscam suspeitos de massacre na Guatemala

Cartel mexicano do tráfico teria comandado chacina de 27 pessoas em vilarejo no norte do país.

BBC Brasil, BBC

17 de maio de 2011 | 15h15

Militares da Guatemala realizaram buscas pelos responsáveis por um massacre que chocou o país no último domingo.

O crime ocorreu em um vilarejo na província de Petén, no norte do país, deixando 27 mortos. O cartel do tráfico mexicano conhecido como Zetas é o principal suspeito pela ação.

Muitas das vítimas eram agricultores pobres, sem nenhuma relação com a disputa pelo controle do tráfico na região.

As marcas da chacina estão por todo o lugar. Os assassinos usaram sangue para escrever mensagens nas paredes.

Duas pessoas morreram e uma foi presa durante a operação de busca. Todos seriam integrantes dos Zetas.

Soldados e policiais chegaram a usar um blindado para entrar na casa onde um suspeito estaria escondido.

O presidente da Guatemala, Álvaro Colom, viajou até o local do massacre na segunda-feira. Colom disse que rejeita todo tipo de "selvageria" e afirmou que o governo dará toda a ajuda necessária às famílias das vítimas.

A Guatemala é uma das principais rotas de transporte de drogas que saem da América do Sul em direção aos Estados Unidos.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.