Militares condenados por envolvimento com narcotráfico

Os militares mexicanos Francisco Quirós Hermosillo e Mario Arturo Acosta Chaparro foramcondenados nesta sexta-feira por um tribunal mexicano a penas de 16 e 15 anos de prisão, respectivamente, por delitos vinculados aonarcotráfico. No entanto, ambos foram declarados inocentes dos delitos de "associação delituosa".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.