Militares da Turquia retiram tropas e sarcófago da Síria

A Turquia realizou uma operação militar durante a noite para retirar tropas que estão vigiando um sarcófago otomano na Síria, segundo noticiou um canal de televisão turco público. A informação era de que tropas a pé reforçadas por aviões de guerra atravessaram o território sírio para retirar as tropas, que estavam na fronteira perto da cidade de Kobani.

ASSOCIATED PRESS, Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2015 | 08h48

Já o canal de televisão privado NTV informou que um soldado foi morto na operação, que incluiu levar o túmulo para a Turquia. Não houve confirmação oficial imediata das informações, mas o primeiro-ministro Ahmet Davutoglu deve participar de uma conferência com a imprensa neste domingo.

Kobani era o foco das bombas lançadas por aviões americanas, enquanto forças curdas batalhavam com militares do grupo do Estado Islâmico, que controla cerca de um terço do Iraque e áreas adjacentes da Síria, em seu califado. A Turquia ficou fora da batalha até o momento.

O túmulo em questão é de Suleyman Shah, avô de Osman I, fundador do Império Otomano.

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIASARCÓFAGOESTADO ISLÂMICO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.