Militares decidem 'dissolver' instituições

Os militares que tomaram o poder na Guiné-Bissau e líderes da ex-oposição decidiram ontem "dissolver as instituições" e criar um "Conselho Nacional de Transição", anunciou Fernando Vaz, porta-voz dos partidos políticos. A composição desse conselho e a duração do mandato serão decididos na segunda-feira. Os partidos apresentarão depois suas propostas aos golpistas, disse Vaz. Os golpistas anunciaram na sexta-feira que depuseram o presidente interino, Raimundo Pereira, e outras autoridades.

O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2012 | 03h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.