Militares dos EUA desistem de boinas "made in China"

Soldados das Forças Armadas dos Estados Unidos não usarão mais boinas de cor preta "made in China". Na noite de terça-feira, o Pentágono emitiu um comunicado no qual anuncia sua decisão de recolher todas as boinas de fabricação chinesa que já haviam sido compradas e distribuídas.No ano passado, o comandante do Estado-Maior das Forças Armadas, coronel Eric Shinseki, decidiu que todos os soldados norte-americanos, exceto pára-quedistas e membros das forças especiais, deveriam usar boinas pretas a partir de 14 de junho deste ano, data do aniversário do exército.Como não restava muito tempo para adquirir todas as 2,6 milhões de boinas necessárias, a Agência de Logística decidiu comprar o material de fábricas estrangeiras, juntamente com os fornecedores norte-americanos. Quando vazou que a China estava entre os fornecedores - com um pedido de cerca de 600.000 boinas - criou-se uma campanha entre muitos advogados que defendem que o exército compre apenas produtos norte-americanos. Em março deste ano, o exército começou a rever sua decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.