Militares israelenses devem recomendar trégua a Olmert

A inteligência militar da Defesa de Israel deverá recomendar ao primeiro-ministro interino do país, Ehud Olmert, que busque uma iniciativa diplomática para suspender a guerra contra o grupo militante Hamas e fechar uma trégua de 48 horas. A medida seria firmada para verificar se o grupo islâmico realmente suspenderia o disparo de foguetes contra Israel. Se isso não ocorrer, Israel então desfecharia a invasão terrestre da Faixa de Gaza. As informações são do diário israelense Haaretz.Funcionários graduados da Defesa acreditam que esse processo diplomático não deverá ser um gesto unilateral de Israel, mas deveria se basear em uma iniciativa originalmente proposta pelo ministro das Relações Exteriores da França, Bernard Kouchner. O objetivo da trégua temporária seria verificar se o Hamas poderá controlar e acabar com o disparo de foguetes contra território israelense. A iniciativa é vista, entre os oficiais israelenses, como a última capaz de evitar uma invasão terrestre em larga escala da Faixa de Gaza, território onde vivem 1,4 milhão de palestinos. Segundo o Haaretz, o governo de Israel anunciará sua decisão sobre a trégua temporária nas próximas horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.