Militares leais a Chávez negociam sua libertação

Forças militares leais ao mandatário venezuelano Hugo Chávez negociavam na noite deste sábado sua libertação com os militares que o mantêm preso na ilha de La Orchila, no norte do país, segundo apurou a Ansa.Por sua vez, o deputado chavista Juan Barreto indicou que Chávez está sendo "pressionado para renunciar". As negociações, do lado das forças leais a Chávez, são lideradas pelo general Julio García Montoya, tendo como interlocutor o comandante-chefe do Exército, Efraín Vásquez Velasco - que detém o mandatário deposto desde a madrugada da última quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.