Militares matam 30 radicais islâmicos

O Exército da Nigéria matou 30 supostos membros do grupo radical islâmico Boko Haram durante um confronto na cidade de Damaturu, capital do Estado de Yobe. Entre eles, estão o comandante de campo em Yobe e um aliado de Abubakar Shekau, suspeito de ser líder do grupo. Outras dez pessoas foram detidas. A ação de domingo foi a última de uma série dos militares nigerianos contra Boko Haram.

O Estado de S.Paulo

09 de outubro de 2012 | 03h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.