Milosevic mostra documento sobre ação de Bin Laden em Kosovo

O ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic reafirmou hoje no tribunal internacional de crimes de guerra, em Haia, Holanda, as acusações sobre um suposto vínculo entre o grupo terrorista Al-Qaeda, de Osama bin Laden, e a guerrilha kosovar do UCK, e entregou um documento atribuído ao FBI.Ao interrogar a testemunha de acusação Sabit Kadriu, Milosevic, que advoga em causa própria, lhe perguntou o que sabia sobre as atividades de Bin Laden em Kosovo. Em meados de fevereiro, Milosevic já havia denunciado relações entre Bin Laden e o Exército de Libertação de Kosovo. O presidente do tribunal da ONU, Richard May, interveio perguntando a Milosevic que provas ele teria para apoiar tais acusações.Milosevic, então, mostrou um documento, que, segundo ele, é do FBI e que ilustra as atividades de Bin Laden e da Al-Qaeda em Kosovo. O documento foi entregue à corte e registrado pela promotoria como elemento de prova, mas não foi aberto ao público.Milosevic está sendo processado pelo Tribunal Penal Internacional por supostos crimes de guerra e contra a humanidade durante a guerra nos Bálcãs.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.