Milosevic não reconhece autoridade do TPI

O ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic se apresentou hoje sem advogados perante ao Tribunal Penal Internacional (TPI), quando foi notificado das acusações que lhe são imputadas. Milosevic disse "que o TPI é falso" e que seu julgamento é ilegal. Ele também não quis ouvir as acusações e se limitou a responder às perguntas feitas pelo juiz Richard May, da Inglaterra. Como Milosevic não quis ouvir as acusações nem se pronunciou a respeito, o TPI considera o ex-presidente iugoslavo "não culpado" das quatro acusações de crimes contra a humanidade e violação de tratados de guerra. A sessão foi suspensa e o tribunal deve ser retomado em 27 de agosto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.