Milosevic será julgado em apenas uma audiência

Slobodan Milosevic será submetido a um único julgamento, durante o qual responderá três acusações por crimes de guerra supostamente cometidos em Kosovo, na Croácia e na Bósnia, anunciou hoje o tribunal das Nações Unidas, em Haia (Holanda).A sala de apelações do tribunal deu parecer favorável ao pedido feito pelos promotores para que o julgamento do ex-presidente da Iugoslávia fosse realizado apenas uma vez, para que desta forma as testemunhas-chave não tivessem que comparecer a várias audiências.Os promotores afirmaram hoje que serão chamadas cerca de 30 testemunhas durante o julgamento e que elas "deverão comprovar a culpabilidade de Milosevic" nas atrocidades cometidas durante seus 13 anos de governo.Em dezembro do ano passado, um painel de 3 juízes decidiu a favor de que Milosevic fosse julgado por crimes de guerra na Croácia e Bósnia, incluindo o delito de genocídio, mas que a acusação sobre o conflito em Kosovo não tinha relação com as outras duas.A acusação apelou da decisão, afirmando que o objetivo de Milosevic nos três conflitos foi a expansão da Sérvia às custas da expulsão de vários grupos étnicos. O pedido foi novamente aceito pela sala de apelações.O porta-voz do tribunal, Jim Landale, afirmou hoje que o juiz britânico Richard May, que preside o julgamento, deverá definir a data sobre o início da audiência nas próximas semanas. Milosevic negou-se a ser defendido, considera o tribunal ilegal e as acusações, absurdas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.