Milosevic volta à prisão

O ex-presidente iugoslavo e líder do Partido Socialista Sérvio Slobodan Milosevic voltou à prisão apesar de suas condições de saúde terem piorado em relação ao seu estado dois dias atrás, quando foi internado em um hospital, informou na noite desta sexta-feira um comunicado do Partido Socialista Sérvio.Segundo o PSS, ?existem motivos para considerar que pressões políticas foram exercidas sobre os médicos que atendem Slobodan Milosevic para que ele voltasse para a prisão?.O ex-presidente iugoslavo foi internado de urgência dois dias atrás em um hospital militar de Belgrado, após sofrer um mal-estar de presumida origem cardíaca que o acometeu enquanto estava em sua cela, acusado de peculato e abuso de poder. Os médicos falaram de um possível estado de pré-infarto. Os exames feitos em Milosevic durante seu internamento - segundo as autoridades de Belgrado - permitiram verificar que o ex-presidente, de 59 anos, sofre apenas de hipertensão arterial, e por este motivo foi levado de volta à prisão.Desde o momento da internação de Milosevic, o PSS sempre sustentou que seu estado de saúde piorava dia a dia. ?Suas condições se deterioraram gravemente?, diz o comunicado do PSS. ?Existem graves alterações no músculo cardíaco e uma forma grave de hipertensão, que, no momento da prisão, não existiam."O partido pede ?energicamente? que sejam ?respeitadas as regras morais e sanitárias e Milosevic seja novamente internado em um hospital para tratamento?.O comunicado convoca uma manifestação de apoio a Milosevic para este sábado e pede a intervenção de organizações humanitárias e médicas para frear ?qualquer forma de pressão política sobre os médicos? e assegurar ?uma terapia adequada? ao ex-presidente iugoslavo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.