Mina mata seis policiais e um civil no Afeganistão

Seis policiais e um civil afegãos morreram ontem, quando o carro em que as forças de segurança estavam passou por uma mina, na província de Uruzgan, no sul do país, informou uma autoridade local. "Os policiais estavam a caminho de seu posto de controle, no distrito de Chora, quando o veículo deles passou por uma mina terrestre", afirmou o chefe de polícia distrital, Mohammad Gul.

AE, Agência Estado

07 de julho de 2011 | 09h34

"Isso matou todos os seis, bem como um civil que passava pela área", explicou Gul. O Taleban não havia se pronunciado, porém esses atentados com bombas à beira de estradas são uma das armas mais populares do grupo em sua insurgência contra o governo afegão apoiado pelo Ocidente.

Os policiais mortos são de uma força local, treinada durante três semanas e paga para manter os rebeldes do Taleban longe da área. Os Estados Unidos descrevem essas forças locais como uma solução temporária para a falta crônica de policiais em várias partes do país, exacerbada pelos seguidos ataques do Taleban contra recrutas.

Há cerca de 150 mil soldados estrangeiros no Afeganistão, entre eles 99 mil dos EUA. A insurgência começou a agir após o regime do Taleban ser deposto pela invasão liderada pelos norte-americanos, no final de 2001. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoviolênciamortesmina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.