Mina não está segura para iniciar resgate, diz executivo

Vinte e nove mineiros permanecem presos no interior de uma mina de carvão na Nova Zelândia depois de uma explosão e, segundo autoridades, a mina ainda não está segura para que o resgate seja feito. O incidente ocorreu em uma mina da empresa Pike River Coal, na ilha ao sul da Nova Zelândia. Segundo o principal executivo da Pike, Peter Whittall, amostras de gás retirados do interior da mina indicam que alguma coisa está queimando no interior da mina. Whittall disse que a empresa está trazendo uma perfuradora para fazer um furo de 150 metros para retirar amostras. Ele disse que a perfuração deve durar de 12 a 24 horas. As famílias das vítimas estão desoladas porque uma equipe de resgate ainda não foi enviada. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.