Mineiro registra frase indicando que todos estavam vivos após desabamento

A famosa frase "Estamos bem, em um refúgio, os 33" tornou-se propriedade intelectual do mineiro chileno José Ojeda, autor do bilhete confirmando que 33 trabalhadores presos na Mina San José 17 dias depois do desabamento haviam sobrevivido.

, O Estado de S.Paulo

23 de outubro de 2010 | 00h00

O registro foi ideia do escritor e sociólogo chileno Pablo Huneeus, que patenteou a frase em nome do mineiro depois que o presidente chileno, Sebastián Piñera, distribuiu cópias do bilhete a líderes europeus. O bilhete também ilustra bandeiras, camisetas e até mesmo canecas.

Ojeda, autor da mensagem, quer discutir a distribuição do bilhete pessoalmente com Piñera. Ele disse ainda estar contente com o registro da frase, pois "ninguém mais vai lucrar" com suas palavras.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.