Ministério da Educação de Israel reconhecerá associação gay

O ministro da Educação israelense, Yuli Tamir, deve anunciar nesta quarta-feira, 28, o reconhecimento de uma associação gay juvenil que conta com cerca de 1.500 integrantes.O reconhecimento equipara a entidade com outras organizações juvenis. Tamir deve oficializar a decisão no ato anual de arrecadação de fundos da Organização Juvenil Gay de Israel (IGY), em Tel Aviv, informa o jornal Ha´aretz.O Ministério da Justiça, porém, terá que aprovar modificações nos seus regulamentos para o reconhecimento de organizações.Um dos critérios necessários para receber apoio governamental e fundos públicos era a entrega ao Ministério da Educação de uma lista dos membros. A relação incluiria endereços e números do documento de identidade de cada integrante.Alguns membros do IGY, porém, temem a divulgação de seus dados. Assim, o Ministério da Educação abriu mão da exigência no caso de grupos que tenham razões justificadas e especiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.