Ministério da Saúde destina R$ 1,3 milhão ao governo do Acre

O Ministério da Saúde do Brasil autorizou, na quinta-feira, o repasse de R$ 1,3 milhão por ano para o Estado do Acre custear o atendimento a imigrantes haitianos. O recurso havia sido solicitado pelo governador Tião Viana (PT). "Com isso, queremos não só tratar as pessoas, mas também evitar que problemas de saúde sejam introduzidos no Brasil", explicou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. O Ministério do Desenvolvimento Social deve destinar outros R$ 300 mil para atender as necessidades básicas dos haitianos. Estima-se que haja mais de 600 haitianos no Acre, a maioria em Brasileia, que faz fronteira com a Bolívia. Em Assis Brasil, na fronteira com o Peru, a Polícia Federal impediu, na quarta-feira, a entrada de mais de 100 haitianos. / L.S.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.