Ministério do Interior afirma ter prendido espiões ligados ao governo iraniano

O Ministério do Interior da Arábia Saudita afirmou na terça-feira que pessoas presas por seus agentes têm ligação direta com serviços de espionagem do Irã - seu maior rival por influência política no Golfo Pérsico. "Investigações preliminares, provas físicas coletadas e declarações dos acusados nesse caso evidenciaram uma ligação entre integrantes dessa célula e o aparato de inteligência iraniano", afirmou um porta-voz do ministério saudita citado pela agência oficial de notícias de Riad. As autoridades do país árabe anunciaram que 18 suspeitos de espionagem foram presos semana passada - 16 sauditas, 1 iraniano e 1 libanês. Ontem, o governo de Mahmoud Ahmadinejad (foto) negou espionar o território saudita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.