Ministério registra 343 mortes no Egito

O Ministério da Saúde do Egito informou nesta quinta-feira que, pelo menos, 343 pessoas foram mortas na onda de violência que tomou conta do país após a ofensiva do governo contra manifestações de apoiadores do presidente deposto Mohammed Morsi.

AE, Agência Estado

15 Agosto 2013 | 04h48

Pelo menos, 300 civis morreram por causa da onda de violência de quarta-feira, afirmou a autoridade do Ministério Khaled al-Khatib à AFP. O Ministério do Interior disse que 43 policiais também foram mortos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
egito violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.