Ministra alemã que irritou Bush pede demissão

O novo governo alemão terá pelo menos uma mudança de ministério. A ministra da Justiça, Herta Daeubler-Gmelin, não suportou à pressão que vinha sofrendo após um comentário no qual teria comparado os métodos do presidente americano, George W. Bush, com os de Hitler e apresentou sua renúncia ao chanceler Gerhard Schroeder, que a aceitou. "Bush utiliza questões externas para desviar a atenção dos problemas domésticos. Esse é um método muito conhecido. Hitler o usava", disse a ex-ministra na quarta-feira, durante uma reunião de sindicalistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.