Ministra da Justiça deixará o governo

A ministra de Justiça da França, Rachida Dati, deixará o governo do presidente Nicolas Sarkozy ainda este ano para concorrer às eleições europeias, afirmaram fontes do Palácio do Eliseu. Rachida foi a primeira mulher de origem norte-africana a chegar a um posto de gabinete na França - fato muito celebrado quando assumiu o cargo, em 2007. A ministra, contudo, foi alvo de duras críticas recentemente quando voltou ao trabalho apenas cinco dias após dar à luz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.