Ministra da Saúde da Argentina pode renunciar amanhã

A Argentina tornou-se o primeiro país seriamente afetado pela gripe suína a fazer eleições. Sem contar com precedentes para estas circunstâncias, o governo da presidente Cristina Kirchner tomou medidas improvisadas em cima da hora. A ministra da Saúde, Graciela Ocaña, havia tentado há mais de uma semana declarar o estado de emergência no país. Mas, isso não foi possível devido à negativa da presidente Cristina que, por questões políticas, não concordou em adotar essa medida antes das decisivas eleições. A recusa, segundo informações extraoficiais que circularam desde o sábado à tarde, teriam levado a ministra Ocaña à decisão de deixar o cargo. A renúncia seria formalizada amanhã.

ARIEL PALACIOS E DENISE CHRISPIM MARIN, Agencia Estado

28 de junho de 2009 | 17h42

Entre as ações autorizadas pela presidente da Argentina, a Justiça Eleitoral recomendou que as milhares de pessoas destinadas ao atendimento dos eleitores nos centros de votação - além das forças policiais - usassem máscaras como forma de prevenção do vírus H1N1. As autoridades eleitorais argentinas colocaram álcool à disposição dos mesários para desinfetar as mesas. As autoridades também recomendaram que os eleitores não lambessem o envelope onde colocavam as cédulas eleitorais (o voto, na Argentina, ainda é em papel), para evitar espalhar saliva.

Motivos para temor existem de sobra na Argentina, já que o país, até as últimas informações oficiais do ministério da saúde fornecidas na sexta-feira à noite, acumulava vinte e seis casos fatais. Além disso, o país registrou mais 1.587 casos de pessoas contaminadas. A Argentina é o país com maior número de mortes decorrentes da gripe na América do Sul. O país ocupa o segundo posto no número de pessoas contagiadas, atrás do Chile, que possui 6.211 doentes (e doze mortos).

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesgripe suínaArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.