Ministra é pré-candidata à presidência do Chile

A ministra do Trabalho do Chile, Evelyn Matthei, foi escolhida hoje como pré-candidata do partido União Democrata Independente (UDI) para as eleições presidenciais de 17 de novembro. Economista, com 59 anos de idade, ela substitui Pablo Longueira, que desistiu de representar o partido ao reconhecer que sofre de depressão.

Agência Estado

20 de julho de 2013 | 19h05

"A comissão política da UDI decidiu de forma unânime pedir e nomear Evelyn Matthei como nossa candidata para as eleições de novembro", disse o presidente do partido, Patricio Melero. "Ela é uma candidata ganhadora e tem a sensibilidade social para dirigir o país", afirmou. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.