Ministra francesa defende o fim do embargo militar contra a China

A ministra de Defesa da França, MicheleAlliot-Marie, defendeu hoje um maior intercâmbio detecnologia militar com a China e indicou que Paris estátrabalhando para eliminar o embargo imposto pela UniãoEuropéia (UE) contra a venda de armamentos para Pequim."Vamos trabalhar duro para levantar a proibição", disseAlliot-Marie. Segundo a ministra, enquanto permanecer o embargo contra a China, a França buscará cooperar em projetos aeroespaciais civis, como o desenvolvimento conjunto de helicópteros. O embargo foi imposto pela UE depois da repressão violentacontra manifestações pela democracia na Praça Tienanmen, nacapital chinesa, em 4 de junho de 1989.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.