Ministro admite 'erro' em reação a enchentes

Autoridades russas falharam ao não emitir alertas à população sobre o risco das enchentes que deixaram mais de 170 mortos na região de Krasnodar, no sul do país. A constatação do fracasso foi feita pelo próprio ministro de Emergências de Moscou, Vladimir Puchokov. Segundo ele, alertas chegaram a ser emitidos pelas autoridades de Krasnodar, mas "nem toda a população foi avisada a tempo". Em seguida, Puchokov foi mais explícito: "Foram cometidos erros por autoridades locais e vários serviços".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.