Ministro admite que Jordânia recebe desertores sírios

O ministro de Relações Exteriores da Jordânia, Nasser Judeh, afirmou hoje que 100 policiais e militares sírios que desertaram se refugiaram no país ao longo dos oito meses de levante popular contra o regime de Bashar al-Assad. A declaração dada por Judeh foi a primeira confirmação pública de que a Jordânia está acolhendo desertores sírios.

AE - AP, Agência Estado

27 de novembro de 2011 | 09h23

De acordo com Judeh, eles chegaram aos poucos nos últimos oito meses. Muitos sírios também estão buscando refúgio na Turquia.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaJordâniadesertores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.