Ministro afegão garante: Bin Laden está no Paquistão

Contradizendo declarações de outras autoridades do governo provisório, o ministro interino da Defesa do Afeganistão disse hoje que Osama bin Laden abandonou as montanhas do leste do Afeganistão e entrou no Paquistão. Mohammad Fahim, numa entrevista à Fuji Television do Japão, recusou-se a dizer como sabia para onde foi Bin Laden. Mas ele afirmou que o suposto terrorista fugitivo partiu do complexo de cavernas de Tora Bora. "Depois que Osama bin Laden deixou Tora Bora, ele foi para o Paquistão. Ele está sob controle do Paquistão", garantiu Fahim. "Ele está fora do nosso país". Não foi possível entrar em contato com o Ministério da Defesa hoje. O novo ministro do Exterior afegão, Abdullah Abdullah, havia dito anteriormente que Bin Laden estava no sul do Afeganistão. Outras autoridades têm a mesma opinião. Não há explicação para a discrepância entre a posição deles e a de Fahim. Fahim, um tajique étnico de Aliança do Norte que combateu a milícia Taleban, amiga de Bin Laden, tem dito que quer um limitado número de soldados internacionais de paz no Afeganistão por não mais que seis meses. O primeiro-ministro interino, Hamid Karzai, afirma que seis meses é o tempo mínimo que deve permanecer a força de paz. Rumores sobre o paradeiro de Bin Laden correm em ritmo alucinante nos últimos dias no Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.