Ministro da Agricultura renuncia após 2 meses

O ministro japonês da Agricultura, Norihiko Akagi, renunciou hoje ao cargo, apenas três dias após a derrota do governo do primeiro-ministro Shinzo Abe nas eleições para o Senado. Akagi, que estava no cargo havia apenas dois meses, é vinculado pela imprensa a um dos vários escândalos de corrupção envolvendo o partido de Abe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.