Ministro da Arábia Saudita diz país que não está em guerra com o Irã

O ministro de Relações Exteriores da Arábia Saudita, príncipe Saud Al Faisal disse que seu país "não está em guerra com o Irã" no Iêmen, onde lidera uma coalizão e ataques aéreos contra rebeldes hutis, de base iraniana.

Estadão Conteúdo

12 de abril de 2015 | 11h01

Segundo o ministro, o presidente do Iêmen pediu a intervenção saudita para "proteger a legitimidade do Estado e acabar com a guerra declarada pelos hutis para ocupar todo o Iêmen". Al Faisal falou com jornalistas depois de participar de um encontro com o ministro de Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, em Riade, este domingo.

A Arábia Saudita divide fronteira com o Iêmen e tem liderado a campanha contra os hutis, grupo rebelde xiita. A ação busca restabelecer no cargo o presidente, que fugiu para Riade no último mês.

A campanha tem aumentado as preocupações de que o Iêmen poderia se tornar o local de uma guerra entre a maioria dos países sunitas liderados pela Arábia Saudita e o Irã xiita, principal rival por poder na região. O Irã tem oferecido apoio aos hutis, embora o país negue fornecer armas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Arábia SauditaIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.