Ministro da Defesa do Iêmen é ferido em atentado suicida

Carro-bomba explodiu na cidade de Áden; Mohammed Nasser Ahmad teve apenas ferimentos leves

EFE

27 Setembro 2011 | 09h34

SANAA - O ministro da Defesa do Iêmen, general Mohammed Nasser Ahmad, ficou levemente ferido nesta terça-feira, 27, em atentado suicida, perpetrado com carro-bomba, na cidade portuária de Áden, informou à Agência Efe uma fonte dos serviços de segurança.

 

Veja também:

especialInfográfico: A revolta que abalou o Oriente Médio

 

 

A fonte detalhou que um terrorista suicida explodiu o veículo na passagem do comboio do ministro, o que também causou ferimentos em dez de seus acompanhantes, três deles gravemente feridos.

 

 

Os feridos, incluindo o ministro iemenita, foram levados a um hospital militar em Áden, a 350 quilômetros ao sul de Sana.

 

Conforme os serviços de segurança, tudo indica que o atentado tem a marca da organização terrorista Al-Qaeda.

 

Supostos combatentes desse grupo tomaram o controle em 27 de maio da cidade de Zinjibar, capital da província vizinha de Abyan, embora no último dia 10 o Ministério da Defesa anunciou que o Exército recuperou o território.

 

Este é o quarto atentado em Áden nos últimos quatro meses. Além do terrorismo da Al-Qaeda, o Iêmen foi palco nos últimos meses de revoltas populares contra o regime do presidente Ali Abdullah Saleh.

 

Em 3 de junho, Saleh ficou ferido com gravidade, ao lado de outros responsáveis políticos, em um ataque contra o complexo presidencial em Sana, no qual morreram cinco de seus seguranças.

O chefe de Estado culpou pelo ataque aos seguidores do líder tribal opositor Sadeq al Ahmar.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.