Ministro da Defesa sul-coreano renuncia, confirma governo

O ministro da Defesa da Coreia do Sul, Kim Tae-young, renunciou ao cargo nesta quinta-feira, em consequência de fortes críticas contra a reação do país ao ataque da Coreia do Norte, na terça-feira, que causou a morte de dois civis e dois militares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.