Ministro da Economia do Equador renuncia

O ministro da Economia do Equador, Carlos Julio Emanuel, entregou ontem à noite pedido de renúncia ao presidente Gustavo Noboa. Emanuel é acusado de estar envolvido em um escândalo de corrupção. Noboa nomeou ao cargo Francisco Arosemena Robles, que assumirá hoje. O secretário de imprensa da presidência informou que Robles promoverá uma reestruturação no Ministério.A saída de Emanuel segue-se a uma série de denúncias de corrupção no Ministério da Economia, as quais motivaram a demissão de quatro funcionários do alto escalão. Robles integrou a comissão encarregada de renegociar a dívida externa do Equador, que supera US$ 15 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.