Ministro da Imigração renuncia por ter faxineira ilegal

O ministro da Imigração do Reino Unido, Mark Harper, renunciou ao cargo neste sábado, depois da revelação de que sua faxineira é uma imigrante ilegal. O caso é mais constrangedor porque Harper era o encarregado de implementar a política mais dura contra a imigração adotada pelo governo conservador do primeiro-ministro David Cameron.

Agência Estado

08 de fevereiro de 2014 | 20h21

O gabinete de Cameron divulgou nota dizendo que o primeiro-ministro aceitou o pedido de renúncia "com pesar" e que não há indicações de que Harper soubesse que a faxineira estava vivendo ilegalmente no país. O nome e a nacionalidade da faxineira não foram revelados.

Harper era agressivo ao implementar a política anti-imigração do governo. Durante seu mandato, um micro-ônibus decorado com a imagem de um par de algemas chegou a patrulhar as ruas de Londres com um alto-falante que advertia os imigrantes sem visto ou permissão para trabalhar: "Vão para casa ou serão presos". Essa iniciativa foi cancelada depois de protestos populares.

O então ministro também causou controvérsia ao dizer que os repetidos pedidos de asilo por parte de um iraquiano que tentava se refugiar da guerra em seu país eram "ridículos".Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino Unidoimigração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.